IV Encontro de Professores APM-IE

Apresentação do Encontro

O quarto encontro de professores organizado pela Associação de Professores de Matemática e o Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, no âmbito de um protocolo de colaboração entre estas instituições, será dedicado à reflexão sobre as Aprendizagens Essenciais em Matemática nos diferentes níveis de escolaridade.

Pretende-se com este encontro, proporcionar um tempo e um espaço de formação de professores e aprofundar a reflexão e o debate em algumas questões relativas às Aprendizagens Essenciais em Matemática. Com esta finalidade apresenta-se um programa do encontro com três Sessões plenárias — uma conferência seguida de debate, um painel de apresentação das conclusões de Grupos de Discussão e um painel sobre aspetos específicos do tema do encontro — e sessões paralelas de Grupos de Discussão por ciclos de escolaridade.

O encontro realiza-se em Lisboa no Instituto de Educação, a 11 de maio de 2019, entre as 9 horas e 30 minutos e as 17 horas e 50 minutos.

A Associação de Professores da Matemática e o Instituto de Educação convidam à participação os professores do ensino básico e do ensino secundário, a quem o encontro é particularmente dirigido, bem como aos alunos — mestrandos e doutorandos — da área do ensino da Matemática.

O encontro será certificado como ação de curta duração (Despacho n.º 5741/2015 Artigo 3.º) para os grupos de docência 110, 230 e 500.

Tenha em atenção os prazos e condições de inscrição.

Programa do encontro

Sessões Plenárias

9:15 Conferência

Aprendizagens essenciais em Matemática, de que falamos?

Henrique Manuel Guimarães, Instituto de Educação da Universidade de Lisboa 

Resumo:

De que falamos quando falamos em aprendizagens? E em aprendizagens em Matemática? E em aprendizagens essenciais em Matemática?

E se for — aprendizagens matemáticas essenciais?

Na minha intervenção vou procurar pôr à vista, e deixar à discussão, aspectos que em meu entender são, ou podem (devem?) ser considerados, na busca de um entendimento mais partilhado e porventura mais aprofundado sobre o tema em questão.

Por razões de economia, mas também por não querer ir por caminhos em que me movo quase apenas com a experiência dos anos e o senso pouco mais que comum, não me vou demorar em questões gerais, ou mais amplas, sobre o que é aprender, ou o que é aprendizagem. Isto, todavia, sem deixar de reconhecer que é logo aqui, nestas questões, que nos confrontam dimensões do aprender tão importantes como memorização, compreensão, aplicação… análise, interpretação, argumentação, crítica… imitação, reprodução, produção, criação… saber, saber-fazer, saber-estar, saber-ser…

Procurarei antes ir para zonas que me são mais próximas, e levantar perguntas e expor ideias, de que espero sobretudo poder de interpelação e elucidação, sendo certo que as respostas que por ventura (me) cheguem não dirão tudo e muito menos serão definitivas.

Por exemplo:

Tratando-se, como é o caso, de aprendizagens na escolaridade obrigatória, no que nos diz respeito, no âmbito da disciplina de Matemática, que grandes propósitos — finalidades de ensino, da Matemática em particular — devem visar tais aprendizagens? Finalidades de índole formativa? Instrumental? Cultural?…

Que domínios ou, com mais detalhe, que tipo de domínios devem ser considerados no estabelecimento dessas aprendizagens? No campo matemático, psicológico, social…? No campo cognitivo, sócio-afectivo, físico-motor… ?

Apresentadas como essenciais, que sentido dar a este atributo com que vêm qualificadas? E essenciais porquê? — O que orienta, sustenta, determina as decisões na sua definição?

Estas, e algumas outras que virão depois, são as perguntas que tenho em mente para tecer e entretecer as ideias que pretendo apresentar, movendo-me nisso, sobretudo, a expectativa da partilha e do confronto, a procura de melhor compreensão.

14:45 Painel de síntese dos grupos de discussão

Moderação: Renata Carvalho, Associação de Professores de Matemática

16:00 Painel

Um olhar sobre as aprendizagens essenciais em Matemática a partir de diferentes perspetivas

Conceição Gonçalves, Técnica superior do Ministério da Educação

Joana Brocardo, Escola Superior de Educação de Setúbal

Leonor Santos, Instituto de Educação da Universidade de Lisboa

Moderação: Hélia Oliveira, Instituto de Educação da Universidade de Lisboa

Resumo:

A (re)definição das aprendizagens essenciais em Matemática, tendo em conta os desafios com que se confrontarão, no seu futuro, os jovens de hoje, tem merecido a atenção de várias organizações ligadas à educação e aos sistemas educativos  de diferentes países. A nível da OCDE, por exemplo, o projeto Mathematics Curriculum Document Analysis tem procurado investigar como diferentes países têm incorporado a literacia matemática e as competências para o século XXI no currículo de matemática. Já os resultados dos testes internacionais do PISA colocam em evidência a literacia em Matemática que os alunos estão a desenvolver, permitindo-nos refletir sobre as aprendizagens essenciais que estes revelam. A nível nacional, surgiu o documento Perfil dos alunos à saída da escolaridade obrigatória que constitui um referencial para o desenvolvimento curricular, definindo as competências que os jovens devem desenvolver ao longo do seu percurso escolar.

Como podemos perspetivar as aprendizagens essenciais em Matemática, a partir de tais contextos? Que desafios se levantam? Partindo da interação privilegiada das intervenientes no painel com esses diferentes contextos, pretendemos com esta sessão contribuir para uma reflexão alargada sobre a temática das aprendizagens essenciais em Matemática no nosso país.

17:30 Sessão de encerramento

Lurdes Figueiral, Associação de Professores de Matemática

João Pedro da Ponte, Instituto de Educação da Universidade de Lisboa

Grupos de Discussão

Resumo:

Neste encontro, os grupos de discussão têm como objetivo proporcionar aos participantes, por nível de ensino, um espaço de partilha e debate acerca das aprendizagens essenciais em Matemática, das dinâmicas que estas originaram em termos de grupo disciplinar, na gestão do currículo e possíveis reflexos nas aprendizagens matemáticas dos alunos. Professores de várias escolas irão partilhar práticas e experiências nos 1.º, 2.º e 3.º ciclos e ensino secundário. Neste sentido, cada participante deverá inscrever-se no encontro de acordo com o ano e nível de ensino do grupo de discussão em que pretende participar. O número de participantes por grupo de discussão é limitado.

1.º ciclo

Lurdes Serrazina (ESE Lisboa), Paula Figueiredo (AE Braamcamp Freire, Odivelas) e Sandra Chumbo (AE Terras de Larus, Amora)

Moderação: Cristina Morais (Externato da Luz, Lisboa) e Helena Guerreiro (AE Braamcamp Freire, Odivelas)

2.º ciclo

Irene Segurado (AE de Lapiás, Montelavar), Ana Cristina Tudella (EBS Frei Gonçalo de Azevedo, S. Domingos de Rana), Anabela Gaio (EB2,3 Mário de Sá Carneiro, Camarate)

Moderação: Lina Brunheira (ESE Lisboa) e Marisa Quaresma (IE-ULisboa)

3.º ciclo

Henrique Guimarães (IE-ULisboa), António Vila (AE Mem Martins), Ana Fernandes, Ana Pinheiro, Dulce Carrelo e Teresa Ramos (AE Boa Água, Sesimbra)

Moderação: Lucília Teles (APM) e Teresa Moreira (ES Camões, Lisboa)

E Secundário

Paulo Correia (AE de Alcácer do Sal), Cláudia Domingues (ES de Caldas das Taipas) e Sílvia Zuzarte (ES de Casquilhos, Barreiro)

Moderação: Joana Mata-Pereira (IE-ULisboa) e Paula Gomes (ES Dr. José Afonso, Seixal)

Inscrições

Destinatários:

professores dos grupos 110, 230 e 500

doutorandos e mestrandos na área do ensino da matemática

Preços:

sócios da APM com estatuto de estudantes – gratuito

estudantes do IE-UL – gratuito

estudantes de outras instituições – 10,00€

sócios da APM – 10,00€

professores de escolas associadas da APM – 15,00€

professores não associados – 20,00€

Prazos:

Data limite de inscrição: 30 de abril, sujeita a limite de número de inscrições

Nota: deve inscrever-se de acordo com o nível de ensino do Grupo de Discussão em que pretende participar, clicando no botão respetivo

Comissão Organizadora

Joana Mata-Pereira, IE-UL

Leonor Santos, IE-UL

Lucília Teles, APM

Lurdes Figueiral, APM

Marisa Quaresma, IE-UL

Renata Carvalho, APM

Comissão Alargada

Ana Cláudia Henriques, IE-UL

Hélia Oliveira, IE-UL

Henrique Manuel Guimarães, IE-UL

Joana Mata-Pereira, IE-UL

João Pedro da Ponte, IE-UL

Leonor Santos, IE-UL

Lucília Teles, APM

Lurdes Figueiral, APM

Marisa Quaresma, IE-UL

Renata Carvalho, APM

X